Mostajeiro-de-folhas-largas | mostajeiro

Sorbus latifolia  (Lam.) Pers.

Família: Rosaceae  ; Publicação: 1806

Sinónimos: Crataegus latifolia (Lam.) Pers.

Distribuição geográfica: desde o norte de África e Península Ibérica até à Europa central e Reino Unido. Em Portugal pode-se encontrá-lo na Beira Interior.

Caducidade: caduca

Altura: até 10m

Porte: árvore de copa arredondada
Ritidoma: castanho-acinzentado fissurando com a idade
Folhas: simples, ovado-orbiculares, com 5-12cm de comprimento e lóbulos pouco profundos, de recorte duplamente serrado.
Estrutura reprodutiva: flores em corimbos terminais; flores completas com receptáculo tomentoso; pétalas brancas; eté 5mm, glabras ou quase; sépalas tomentosas nas duas faces; ovário com 2-3 carpleos unidos; fruto, um pomo subgloboso alaranjado.
Floração: maio - junho
Maturação dos frutos: setembro - outubro

Habitat e ecologia: bosques caducifólios, principalmente de Quercus pyrenaica e perto de linhas-de-água em zonas montanhosas. Suporta todo o tipo de solos no que diz respeito ao pH e prefere-os húmidos mas bem drenados. Prospera em semi-sombra ou sol. Aguenta ventos fortes mas não exposição marítima.

Usos e costumes: os frutos são comestíveis crus ou cozinhados. Devem ser deixados num local seco e fresco até ficarem para lá de maduros mas sem apodrecer, lembrando sabores de frutos tropicais. Contudo tenha em atenção a quantidade (ver no fim: PERIGO).

Modos de propagação: Por semente: semear assim que amadurecerem. Pode fazer-se estratificação à temperatura ambiente durante duas semanas seguidas de 3-4 meses a frio, semeando-as o mais cedo possível no ano. Separe as plantas em vasos individuais assim que possam ser manuseadas. Garanta-lhes bastante luz. As plantas crescem devagar no primeiro ano ou dois, ao contrário das raízes que se desenvolvem muito. Proteja as plantas do frio no primeiro ano e mude-as para o destino final na primavera.

Designação em inglês / espanhol: French Hales / Sorbo

Estado de conservação:  NE | DD | LC | NT | VU | EN | CR | EW | EX

* NE (Não avaliada), DD (Informação insuficiente), LC (Não preocupante), NT (Quase ameaçada),VU (Vulnerável), EN (Em perigo), CR (Em perigo crítico), EW (Extinta na natureza), EX (Extinta)

Tendência populacional: decrescente | estável | crescente | desconhecida

Nota: Segundo a Lista Vermelha da IUCN. Estado de conservação a nível global. O seu estado e tendência em Portugal pode diferir.

PERIGO: Os frutos provavelmente contêm cianeto de hidrogénio. É o ingrediente que dá às amêndoas o seu sabor característico. A não ser que sejam muito amargos, não deverão constituir problema em pequenas quantidades. Em pequenas quantidades o cianeto de hidrogénio tem demonstrado ser benéfico para estimular a respiração e a digestão, sendo também bom para o tratamento do cancro. Contudo em excesso pode causar falência respiratória e morte.

mostajeiro-de-folhas-largasdesenho.jpg

Rúben Boas

mostajeiro-de-folhas-largasfr.jpg

JD Almeida - flora-on.pt

mostajeiro-de-folhas-largasf.jpg
mostajeiro-de-folhas-largasmapa.jpg

zona mais adequada à plantação