Pado  |  azereiro-dos-danados

Prunus padus L.

Família: Rosaceae  ; Publicação: 1753

Sinónimos: Cerasus padus (L.) DC. in Lam. & DC; Padus avium Mill.

Distribuição geográfica: norte da Europa e Ásia. Menos comum na Europa mediterrânica e noroeste de África. Em Portugal subsiste em pequenos núcleos de montanha no centro e norte.

Caducidade: caduca

Altura: até 8 m

Longevidade: excecionalmente pode atingir os 200 anos.

Porte: pequena árvore ou arbusto, inerme.
Ritidoma: liso, castanho escuro, cheio de lenticelas e exalando um desagradável odor ácido.
Folhas: obovadas a elíptico-oblongas com 6-12 x 3,6-6 cm, de base arredondada ou ligeiramente cordada, acuminadas, serrilhadas, mais pálidas na página inferior que na superior, glabras ou apenas pilosas nas axilas das nervuras.
Estrutura reprodutiva: flores de fragrância amendoada, reunidas em grupos de 14-40 em cachos pendentes medidno 8-15 cm de comprimento; cálice glanduloso-ciliado, caduco; corola branca de ca. 1-1,5 cm de diâmetro, com pétalas frequentemente eroso-denticuladas; fruto, uma drupa de 6-8 mm, subglobosa, negro-brilhante (não pruinosa), amarga e adstringente; endocarpo sulcado.
Floração: maio-julho
Maturação dos frutos: julho-agosto

Habitat e ecologia: orlas e clareiras de bosques caducifólios, por vezes em talvegues ou barrancos intermitentes. Planta acidófila. Prefere solos húmidos mas bem drenados. Consegue suportar tempreaturas até -30ºC mas sofre com ventos fortes. As bagas atraem muitos pássaros, enquanto que as folhas e flores são fonte de alimento de inúmeros insetos.

Usos e costumes: planta de madeira pesada e dura, utilizada em marcenaria, construção naval, tornearia, etc. Apresenta potencial como ornamental. A casca tem propriedades medicinais, tendo propriedades antipiréticas, sedativas, diuréticas, etc.

Modos de propagação: Por semente: a semente deve ser colhida assim que estiver madura e requer estratificação a frio durante 2-3 meses. A germinação pode ser lenta, sendo por vezes, necessários 18 meses. Quando as plantas tiverem tamanho suficiente para manusear, separe-as em vasos individuais. Mantenha-as abrigadas no primeiro inverno e plante-as nos locais definitivos na primavera. Por estaca: estacas semi-lenhificadas, incluindo na base, parte do ramo anterior, em julho/agosto. Estacas verdes de plantas com bom crescimento na primavera. Estacas maduras em outubro/novembro. Por divisão de ramos basais, no final do inverno. Ainda por alporquia, na primavera. 

Designação em inglês / espanhol: Bird Cherry / Cerezo de racimos

PERIGO: As sementes e folhas contêm cianeto de hidrogénio. É o ingrediente que dá às amêndoas o seu sabor característico. A não ser que sejam muito amargos, não deverão constituir problema em pequenas quantidades. Em pequenas quantidades o cianeto de hidrogénio tem demonstrado ser benéfico para estimular a respiração e a digestão, sendo também bom para o tratamento do cancro. Contudo em excesso pode causar falência respiratória e morte.

padodesenho.jpg

Rúben Boas

padofl.jpg
padofr.jpg
padotr.jpg
padomapa.jpg

zona mais adequada à plantação