Sanguinho-das-sebes  |  aderno-bastardo

Rhamnus alaternus L.

Família: Rhamnaceae  ; Publicação: 1753

Distribuição geográfica: região mediterrânica, aparecendo tanto na Europa, como na África e Ásia. Em Portugal no centro e sul.

Caducidade: persistente

Altura: até 5m

Longevidade: normalmente ultrapassa os 80 anos

Porte: arbusto de ramos numerosos, numa forma arredondada e densa.
Ritidoma: castanho escuro e fissurado em ramos mais velhos, pálido e avermelhado nos jovens
Folhas: simples, alternas, +/- serrilhadas, glabras, verde-escuras nas páginas inferiores e verde-claras nas inferiores, mucronadas.
Estrutura reprodutiva: flores agrupadas em cachos multifloros densos, com pedicelos curtos; peças florais pentâmeras; fruto, drupas negras ou vermelhas consoante a maturação.
Floração: início da primavera
Maturação dos frutos: verão

Habitat e ecologia: sebes, matagais e bosques de folha persistente e marcescente. Prefere locais não muito sombrios, dando-se bem tanto em solos ácidos como básicos. Ocorre geralmente até aos 1000m. Prefere temperaturas quentes e prospera em ambientes secos, embora resista até aos -15ºC. Tolera ventos marítimos. Tem um crescimento relativamente rápido.

Usos e costumes: as flores são usadas na confecção de preparados farmacêuticos para reduzir a tensão arterial; o ritidoma adstringente foi empregue em colutórios. Além dos usos medicinais, tem também grande aplicação em paisagismo, ao prestar-se a formar sebes e topiária fortemente podada. A sua madeira pode ser usada no fabrico de pentes.

Modos de propagação: Por semente: enterrar as sementes das bagas que estejam maduras. Se armazenar as sementes deve estratificá-las por 1 ou 2 meses a 5°C. Se não estiverem no seu local definitivo, assim que seja possível manusear as plantas deve mudá-las na primavera. Por estaca: pode cortar ramos semi-lenhificados no fim da primavera. Também através de ramos de madeira madura proveniente do crescimento desse ano, no outono. Finalmente, por mergulhia na primavera.

Designação em inglês / espanhol: Italian buckthorn / Aladierno

PERIGO: Embora não haja registo de toxicidade nesta espécie, alguns membros deste género são moderadamente venenosos.

sanguinho-sdesenho.jpg

Rúben Boas

sanguinho-sfr.jpg

Rúben Boas

sanguinho-sfl.jpg

Rúben Boas

sanguinho-smapa.jpg

zona mais adequada à plantação