trovisco desenhoRVBtrovisco florRVBtrovisco frutoRVBtrovisco mapazona mais adequada à plantação

 

 

 

 

 

Trovisco (trovisqueira)
Daphne gnidium L.

Família: Thymelaeaceae
Publicação:1753

Distribuição geográfica: Sul da Europa, região mediterrânica e Macaronésia. Em Portugal ocorre em praticamente todo o território.

Caducidade: persistente

Altura: até 2m

Porte: arbusto de ramos delgados, patentes
Ritidoma: acastanhado, quase liso
Folhas: coriáceas, lineares a obovado-oblongas até 5cm, acuminadas, atenuadas na base, glabras.
Estrutura reprodutiva: flores hermafroditas, aromáticas, agrupadas em cachos terminais paniculados ou corimbosos; cálice inserto sobre o receptáculo; hipanto (até 0,5cm) caduco; 4 sépalas petalóides de cor branco-creme de até 2,5mm, ovadas, obtusas, pubérulas; pétalas escamiformes; fruto, drupa ovóide, atenuada no ápice, vermelha.
Floração: fim da primavera e verão
Maturação dos frutos: verão

Habitat e ecologia: Matos secos. Prospera em solos pobres, rochosos, bem drenados, tanto básicos como ácidos e prefere locais com muita luz. Ocorre em locais de altitude não muito elevada, tolerando temperaturas até -5ºC.

Usos e costumes: planta muito tóxica, ainda ilegalmente usada para pescar nos rios, envenenando os peixes.

Modos de propagação: Por semente: geralmente esta germina melhor se for colhida verde (quando já se desenvolveu totalmente, mas antes de secar na planta) e plantada imediatamente. A germinação deverá ocorrer na primavera, mas por vezes demora mais um ano. Com sementes armazenadas é mais problemática. As sementes devem ser estratificadas a 20ºC por 8-12 semanas, seguido de 12-14 semanas a 3ºC. Ainda assim, pode demorar mais 12 meses a germinar a 15ºC. Se quiser proteger as plantas do frio pode mudá-las para o exterior após o primeiro inverno. Por estaca: cortes de madeira semi-madura, em julho/agosto. Por cortes de raíz, em dezembro. Os últimos métodos revelam-se difíceis. As plantas ressentem-se se perturbadas nas raízes.

Informações adicionais: na Serra de Sintra ocorre, certamente escapada de cultura, a D. laureola que se distingue de D. gnidium  por ter folhas até 12cm, flores amareladas de até 1,2cm, com hipanto de até 0,9mm e drupa negra.

Designação inglesa / espanhola: Flax-leaved Daphne / Trovisco

PERIGO: Toda a planta é venenosa. O contacto da seiva com a pele pode causar dermatite nalgumas pessoas.