canas invasorasRúben Vilas Boasmapa canaszona onde a espécie está registada

 

 

 

 

 

Canas
Arundo donax L.

Família: Poaceae

Distribuição geográfica original: Parte oriental da Europa, Ásia temperada e tropical.

Distribuição em Portugal: todo o território.

Características morfológicas: erva vivaz de grande porte, com longos caules cilíndricos, robustos e ocos.

Ambientes invadidos: muito comum nas proximidades de linhas de água. Invade zonas ripícolas, ao longo de diques, zonas húmidas, paúis e zonas pantanosas costeiras. Muito frequente na margem de estradas e áreas agrícolas.

Modos de erradicação:  Fisicamente: corte repetido pode ser relativamente eficaz mas, se forem deixados pequenos fragmentos de rizomas no solo, estes podem reiniciar a invasão. É um trabalho moroso e dispendioso, e por isso, mais adequado para populações pequenas. Quimicamente: Optando por herbicidas, estes devem ser apropriados para zonas húmidas ou aquáticas. Herbicidas sistémicos, como o glifosato, podem ser aplicados, depois da floração, tanto na zona de corte como por pulverização foliar. Fogo controlado, quer só, ou acompanhado de herbicidas, pode ser eficiente, se for feito após a floração. Tendo em conta os possíveis efeitos adversos no ambiente e nas outras espécies, a sua aplicação deve ser sempre muito bem ponderada, sendo desaconselhada em áreas naturais.

Mais informação em http://www1.ci.uc.pt/invasoras/