estevinha desenhoRVBestevinha florRVBestevinha frutosRVBestevinha mapazona mais adequada à plantação

 

Estevinha (sanganho-mouro, sargaço-manso)
Cistus salviifolius L.

Família: Cistaceae
Publicação:1753

Distribuição geográfica: região mediterrânica e Macaronésia. Em Portugal, por todo o país excepto terras altas do norte e centro.

Caducidade: persistente

Altura: até 1m

Longevidade: cerca de 15 anos

Porte: pequeno arbusto não viscoso, muito ramoso.
Ritidoma: ramos castanho avermelhados, quase lisos, um pouco estriados os ramos mais velhos
Folhas: verde escuras, por vezes quase acastanhadas, pecioladas, rugosas, ovadas a ovado-oblongas, arredondadas na base, raramente com mais de 2cm de comprimento.
Estrutura reprodutiva: flores organizadas em cimeiras apicais paucifloras; cálice e corola pentãmeros; corola branca.
Floração: maio-junho
Maturação dos frutos: na sequência da floração

Habitat  e ecologia: espécie de ecologia bastante ampla, frequente em matos baixos, sobre rochas ácidas, pinhais, montados, prados abandonados, etc. Prefere locais solarengos e tolera a seca e a exposição marítima. Resiste até aos -12°C. As flores são muito atractivas para as abelhas. Espécie beneficiada pelo fogo.

Usos e costumes: boa planta para combater a erosão, utilizada também em jardins mediterrânicos.

Modos de propagação: Por semente: recolhê-las quando maduras e armazená-las secas. Semeie no final do inverno à superfície. A semente costuma germinar de entre 1 a 4 semanas a cerca de 20°C. Separe as pequenas plantas e coloque-as em vasos. Proteja-as no primeiro inverno e plante-as no exterior na primavera seguinte. É possível armazenar as sementes durante 3 anos. Por estaca: ramos verdes a semi-lenhificados, com 8cm, deixando na base um pouco de ramo mais duro, em junho-agosto. As raízes devem formar-se em 3 semanas, boa percentagem. Estacas quase lenhificadas com 8 - 12cm em setembro-outubro. Também por alporquia na primavera.

Designação inglesa / espanhola: Sageleaf rockrose / Jaguarzo morisco